Marinalda da Cruz

Marinalda  da Cruz

Vendeu verdura e farinha. Artista dos sabores, tem o sorriso do tamanho da Bahia.

Escute o depoimento

1:00

Marinalda carrega o samba no pé. Em Feira de Santana (BA), leva no sorriso a identidade das mulheres guerreiras de sua família, batalhando a vida inteira para fazer da alegria seu cotidiano.

Quando criança, ajudava seus pais na feira. Na barra da saia de mãinha, vendia verduras e farinha e, ao voltar, ainda encontrava energia para brincar com as amigas na rua. Eternizando sua infância, Nina, como é chamada pelos mais próximos, cultiva e celebra suas amizades até hoje.

Cozinhar é sua arte e, por 30 anos, foi assim que ela alimentou seus sonhos. Um dia, deitada na rede e cercada de mar em Itaparica (BA), decidiu reinventar-se como Consultora de Beleza Natura. Fonte de renda e de independência, o novo trabalho mantém aceso o brilho em seus olhos.

Seu grande coração é morada para quatro filhos e três netos que, ao lado do companheiro Luis Carlos, são suas grandes paixões. Como mãe, teve sorte. Marinalda se orgulha e se inspira ao ver suas meninas formadas na faculdade, mantendo vivo o sonho de graduar-se.

Como filha, teve sorte também. Mãinha, legou-lhe as receitas da felicidade, o samba, a força e o alto astral. Assim, dia a dia, Marinalda faz da frase de Gonzaguinha sua forma de ver o mundo: “viver e não ter a vergonha de ser feliz”.

Quantas histórias fazem parte de nós?
Quantas histórias se entrelaçam para formar nossa rede viva e potente de afeto?
São muitas.
São milhões de histórias que se conectam todos os dias.
Páginas Laranjas reúne alguns desses relatos.
Aqui, Consultoras e Consultores de Beleza Natura nos contam da grande aventura que é viver.
Em cada história, há pontos em comum entre todas as histórias. E pontos incomuns também.
Porque cada uma conta à sua maneira de um mundo diferente, com sonhos, conquistas, desafios e alegrias únicas.

Cada pessoa é um mundo. E todo mundo importa.
Cada mundo tem a sua própria voz. E todas as vozes importam.
Porque todas elas contam também de nós.

Nas histórias das Páginas Laranjas está a história da Natura.