eli quadros

eli  quadros

Ser vendedora é seu destino. Ama o que faz.

Escute o depoimento

0:47

Como uma artesã, Eli vai tecendo sua trama com delicadeza. Os fios são cuidadosamente escolhidos para fazer a obra dos seus sonhos. É com a mesma dedicação e brilho nos olhos que ela conta sua história nestes 45 anos de vida 

Gratidão é a palavra que está na ponta da língua. Tem duas décadas de Natura. Já faz parte da sua vida, da família. No início, bateu um pouco de medo. A vontade de ser vendedora foi mais forte. Quando engravidou, queria uma profissão que pudesse cuidar da filha. Fez a escolha decisiva na vida.   

 “Vendedora tem que ter dom, não se cria”, constata. Virou um pouco psicóloga e dá conselhos aos clientes. São pessoas especiais para ela. Alguns ficam com dó de usar os sabonetes. Então, usa toda manha para vender mais. Mora numa cidade pequena. É conhecida como a mulher que tem a menina da Natura.  

O motivo é simples. Quando Hellen tinha quatro anos já acompanhava a mãe. E isso continua, mesmo aos 17 anos. Eli teve uma infância feliz com os cinco irmãos. Era a chorona. Cheia de vontades. Saudosa, agora só ri para não chorar. Sonha formar a filha e que ela tenha um bom marido.  E acabar com a violência e maldade do mundo. 

Quantas histórias fazem parte de nós?
Quantas histórias se entrelaçam para formar nossa rede viva e potente de afeto?
São muitas.
São milhões de histórias que se conectam todos os dias.
Páginas Laranjas reúne alguns desses relatos.
Aqui, Consultoras e Consultores de Beleza Natura nos contam da grande aventura que é viver.
Em cada história, há pontos em comum entre todas as histórias. E pontos incomuns também.
Porque cada uma conta à sua maneira de um mundo diferente, com sonhos, conquistas, desafios e alegrias únicas.

Cada pessoa é um mundo. E todo mundo importa.
Cada mundo tem a sua própria voz. E todas as vozes importam.
Porque todas elas contam também de nós.

Nas histórias das Páginas Laranjas está a história da Natura.