Dalva de Oliveira

Dalva de  Oliveira

Criança serelepe, aprende com a filha. Amor e conhecimento sabem se abraçar.

Escute o depoimento

1:00

Dalva tem sede de conhecimento. Desde criança é assim: vê a vida como um constante aprender. Inspirada pelo pai, Dalva sabe que abrir um livro é se convidar para uma grande viagem. E, não importa qual destino escolha, faz sempre escala na felicidade.

Rindo de tudo, passou uma infância alegre em Barretos (SP). Criança serelepe, gostava de imaginar e experimentar enquanto brincava com suas duas irmãs. Sua curiosidade em entender o mundo era tanta que ela se divertia desmontando seus brinquedos para montá-los novamente. Compartilhar e construir continuaram a fazer parte de seu dia a dia.

Em 2006, Dalva iniciou sua trajetória como Consultora de Beleza e, dois anos depois, se tornou Líder de Negócios. Para ela, ser Líder é acolher, cuidar e ver crescer. Assim, faz de sua carreira uma oportunidade para apoiar sua rede de relações, realizando-se ao vibrar com as conquistas de quem está a sua volta.

É o caso de sua família, seu presente diário. Qualquer que seja a distância, Dalva conversa e troca figurinhas com a mãe. Em casa, curte o carinho do marido e da filha Eduarda, que a ensina e a comove todos os dias. Juntas, irão graduar-se em Gestão de Recursos Humanos. Parceiras desde sempre, já são mestras na matéria amar.

Quantas histórias fazem parte de nós?
Quantas histórias se entrelaçam para formar nossa rede viva e potente de afeto?
São muitas.
São milhões de histórias que se conectam todos os dias.
Páginas Laranjas reúne alguns desses relatos.
Aqui, Consultoras e Consultores de Beleza Natura nos contam da grande aventura que é viver.
Em cada história, há pontos em comum entre todas as histórias. E pontos incomuns também.
Porque cada uma conta à sua maneira de um mundo diferente, com sonhos, conquistas, desafios e alegrias únicas.

Cada pessoa é um mundo. E todo mundo importa.
Cada mundo tem a sua própria voz. E todas as vozes importam.
Porque todas elas contam também de nós.

Nas histórias das Páginas Laranjas está a história da Natura.