bianca cunha

bianca cunha

O avô e a mãe como inspiração. E o trabalho como forma de se aproximar dos outros.

Escute o depoimento

0:59

O interesse de Bianca por viagens e pela leitura vem da infância. Ainda pequena, ela seguia com os avós de cidade em cidade. Os dois vendiam livros. E ela observava, orgulhosa da capacidade da avó não apenas de vender, mas de fazer amizades por onde passavam. 

Um pouco disso ela sabe que herdou. Assim como o exemplo da mãe, sempre batalhando para ajudar a família. E, depois de anos trabalhando na área administrativa de um banco, resolveu mudar de rumo. Foi ser Consultora da Natura, tornando-se mais tarde Líder de vendas. 

Não é apenas um trabalho. Mas uma forma de fazer aquilo que ama: tocar as pessoas. Porque o mundo precisa disso. De empatia, de amizade. Estar com os outros, além disso, significa sempre aprender algo novo. E disso ela não abre mão: ser a cada dia uma pessoa melhor. 

Uma pessoa que prioriza estar com aqueles que ama. Pois é nesse ambiente que se sente bem, feliz. E pronta para sonhar. Hoje, o que deseja é construir uma casa para toda a família estar junta. E ser capaz de, a todo instante, oferecer algo de bom para os outros. 

Quantas histórias fazem parte de nós?
Quantas histórias se entrelaçam para formar nossa rede viva e potente de afeto?
São muitas.
São milhões de histórias que se conectam todos os dias.
Páginas Laranjas reúne alguns desses relatos.
Aqui, Consultoras e Consultores de Beleza Natura nos contam da grande aventura que é viver.
Em cada história, há pontos em comum entre todas as histórias. E pontos incomuns também.
Porque cada uma conta à sua maneira de um mundo diferente, com sonhos, conquistas, desafios e alegrias únicas.

Cada pessoa é um mundo. E todo mundo importa.
Cada mundo tem a sua própria voz. E todas as vozes importam.
Porque todas elas contam também de nós.

Nas histórias das Páginas Laranjas está a história da Natura.