altina barbosa

altina barbosa

Valorizar o trabalho. Buscar as próprias conquistas.

Escute o depoimento

1:04

Prudente e cuidadosa, Altina passa para os filhos lição de vida que recebeu do pai: não desejar o que é dos outros. Entende que as pessoas podem alcançar suas próprias conquistas. Uma mulher pragmática, prefere guardar dinheiro a passar dificuldades financeiras na frente. “Mas não sou mão de vaca”, diz, alegre. 

Teve uma infância difícil. Não deseja repetir a experiência dolorida. Conheceu energia e televisão, aos 15 anos. Quando estava com dez anos, a mãe faleceu. Era costureira; fazia vestido de noiva e ternos. Oito meses depois o pai se casou de novo. Morou uma temporada em Brasília e depois voltou para o interior de Minas. 

Está com a Natura há seis anos e dois meses. Com amor e dedicação, investiu na pronta-entrega para manter a clientela. Com a renda, já tirou carteira para dirigir carro e moto. E está terminando o implante dentário. “Meu sorriso é meu cartão postal”, completa, rindo.  

Extrovertida, Altina fala que não é de luxo. Tem os pés no chão. Seu objetivo é estar bem e ajudar as pessoas. Está com 50 anosé casada com Berlindo e eles têm um casal de filhos e um neto, de cinco anos. O sonho é viajar para o exterior. Aliás, a filha quer morar fora do país.   

Quantas histórias fazem parte de nós?
Quantas histórias se entrelaçam para formar nossa rede viva e potente de afeto?
São muitas.
São milhões de histórias que se conectam todos os dias.
Páginas Laranjas reúne alguns desses relatos.
Aqui, Consultoras e Consultores de Beleza Natura nos contam da grande aventura que é viver.
Em cada história, há pontos em comum entre todas as histórias. E pontos incomuns também.
Porque cada uma conta à sua maneira de um mundo diferente, com sonhos, conquistas, desafios e alegrias únicas.

Cada pessoa é um mundo. E todo mundo importa.
Cada mundo tem a sua própria voz. E todas as vozes importam.
Porque todas elas contam também de nós.

Nas histórias das Páginas Laranjas está a história da Natura.