Aliene Pena

Aliene  Pena

Movimentando-se, busca sempre inovar. Administra sonhos e constrói sua família.

Escute o depoimento

1:00

Aliene está sempre em movimento. Aberta para experimentar diferentes formas de viver, cultiva o espírito da criança que habita dentro de si. Persistente, se aperfeiçoa como empreendedora e se renova como estudante.

Conciliar trabalho e estudos faz parte da jornada de Aliene. Na sua infância em Divisópolis (MG), caminhava 2 horas para chegar à escola, todos os dias. Ainda assim, encontrava espaço para apoiar seu pai na roça, desde os 10 anos de idade. Com olhos atentos, ela observa e aprende nos momentos de maiores obstáculos.

Ao se mudar para Vila do Entroncamento (BA) aos 17 anos, Aliene se reinventou. Trabalhou na casa de Luciana e, com muito esforço, conquistou a Mercearia Boa Vista, iniciando sua trajetória como empreendedora. Apaixonada pelo que faz, ingressou na faculdade de administração, desenvolvendo ainda mais sua habilidade com vendas.

Aliene trilhou seu caminho com o apoio de sua rede de relações. De Luciana, recebeu oportunidades e ensinamentos. Com o marido Jorlande, seu braço forte, a cada dia cria mais amor. Eles apaixonaram-se no instante de um olhar e hoje, caminham juntos.

Por tudo o que conquistou, ela se sente vitoriosa. Para apoiar outras jornadas, Aliene retribui, compartilhando sua experiência. É assim que criou um projeto de capacitação de jovens em sua Mercearia, partilhando conhecimentos e gerando oportunidades.

Quantas histórias fazem parte de nós?
Quantas histórias se entrelaçam para formar nossa rede viva e potente de afeto?
São muitas.
São milhões de histórias que se conectam todos os dias.
Páginas Laranjas reúne alguns desses relatos.
Aqui, Consultoras e Consultores de Beleza Natura nos contam da grande aventura que é viver.
Em cada história, há pontos em comum entre todas as histórias. E pontos incomuns também.
Porque cada uma conta à sua maneira de um mundo diferente, com sonhos, conquistas, desafios e alegrias únicas.

Cada pessoa é um mundo. E todo mundo importa.
Cada mundo tem a sua própria voz. E todas as vozes importam.
Porque todas elas contam também de nós.

Nas histórias das Páginas Laranjas está a história da Natura.